PIX Indevido e o Direito à Indenização por Dano Moral contra o Banco

Picture of Equipe RFADVS

Equipe RFADVS

Se preferir, vá direto ao ponto..

No caso de um PIX indevido, em que uma transferência é realizada de forma fraudulenta para outra pessoa sem o reconhecimento do consumidor, o direito à indenização por dano material e moral tem sido reconhecido pelos tribunais.

A responsabilidade objetiva das instituições financeiras é fundamentada nos princípios do Código de Defesa do Consumidor e na teoria do risco do empreendimento.

É importante destacar que as instituições financeiras são responsáveis pela segurança de seus serviços e páginas virtuais, e devem apresentar provas de que não ocorreu fraude para se eximir dessa responsabilidade.

Responsabilidade das instituições financeiras:

De acordo com a Súmula 479 do Superior Tribunal de Justiça, as instituições financeiras são responsáveis objetivamente por danos decorrentes de fraudes e delitos praticados por terceiros em operações bancárias.

Portanto, é dever das instituições financeiras zelar pela segurança de seus serviços, respondendo pelos danos gerados por fraudes.

Indenização e ressarcimento

As instituições financeiras têm sido frequentemente condenadas a pagar indenização e ressarcir os valores aos consumidores afetados por PIX indevido.

No caso concreto, dependendo das circunstâncias, é possível ter direito ao ressarcimento dos valores e também à indenização por dano moral, caso tenha ocorrido ofensa aos atributos da dignidade da pessoa humana.

Avaliação caso a caso

É importante ressaltar que nem todo caso de PIX indevido resultará em indenização por dano moral.

As circunstâncias específicas de cada caso devem ser avaliadas para determinar se há a configuração do dano moral e o direito à indenização.

Conclusão

Em casos de PIX indevido, o consumidor prejudicado tem o direito de buscar indenização por dano material e moral contra o banco.

A responsabilidade objetiva das instituições financeiras e os princípios do Código de Defesa do Consumidor respaldam essa possibilidade.

Cada situação deve ser analisada individualmente para verificar se há fundamentos para a indenização por dano moral, considerando as circunstâncias específicas do caso.

É fundamental buscar orientação jurídica para entender seus direitos e buscar o devido ressarcimento.

Se você tiver dúvidas, entre em contato com um de nossos advogados para obter assistência e análise do seu caso!

Avaliações​ do nosso escritório

Excelente
Com base em 175 avaliações
Carina Arruda
Carina Arruda
2024-05-09
Quero expressar minha sincera gratidão ao advogado Rodrigues Ferreira e sua equipe pelo excelente trabalho que estão realizando. Seu profissionalismo, dedicação e expertise têm sido fundamentais para enfrentar os desafios deste caso. Estou extremamente satisfeita com o comprometimento e a qualidade do serviço prestado. Muito obrigada pelo seu excelente trabalho!"
Gerson de Sousa Santos
Gerson de Sousa Santos
2024-05-06
Excelentes profissionais, ótimo atendimento altíssimo nível..
amada querida
amada querida
2024-05-03
Ótimo.um excelente profissional com muita capacidade . Eu recomendo.
Marcia Sacramento
Marcia Sacramento
2024-05-02
Super atenciosos
Luis Frosini
Luis Frosini
2024-05-02
E com clareza e verdade se dedicou em resolver meus processos
Marcel Grein
Marcel Grein
2024-04-30
Excelente atendimento, e muito prestativo. Tirou todas minhas duvidas, super recomendo.
Cristhian Heck
Cristhian Heck
2024-04-30
Excelente atendimento. Muito solícitos, tiram todas as dúvidas e já nos primeiros dias tivemos resultados que me ajudarão bastante nas próximas etapas.
Aline Melo
Aline Melo
2024-04-25
Excelente atendimento, ágil , e os advogados são muito prestativos e empáticos. Desde o primeiro contato fui sempre bem orientada pela Dra. Fernanda e o Dr. Fernando, além da equipe de atendimento. 👏
Maurino Ferreira
Maurino Ferreira
2024-04-24
Uma equipe muito prestativa super recomendo .

Está superendividado?

A lei do superendividamento pode te ajudar!